Queijos & Vinhos
 
Uma combinação simples e sem "Stress"  

Para descomplicar o casamento entre vinho e queijo, basta ter bom senso e utilizar uma regra simples:   

Queijos brancos e frescos, de sabor leve, combinam com vinhos brancos leves.  
Queijos de massa mole e firme não curados, combinam com vinhos brancos encorpados ou vinhos tintos leves. 
Queijos de massa firme e curados, pedem vinhos tintos encorpados, com passagem em carvalho. 
Queijos com mofo esverdeado, azulado ou esbranquiçado, casam muito bem com vinhos tintos encorpados e marcantes, ou ainda, com vinhos doces e licorosos, como Jerez, Porto ou Tokaji. 
  

A arte de combinar o Queijo com o vinho certo
   
Queijos podem ser fabricados com leite de qualquer animal, mas os mais consumidos, são os queijos produzidos com leite de cabra, ovelha e principalmente leite de vaca. Eles podem ser divididos e classificados em grupos.  

Os agrupamentos são formados por queijos de mesma consistência, teor de gordura ou de processos semelhantes. Há diversas classificações que são mais complexas, mas aqui, a classificação segue o método de "Jacquet & Thévenot", por ser mais simples.  

Os vinhos foram indicados de acordo com o tipo de uva, baseado nas características que normalmente essas uvas influem em um vinho. Isso não significa portanto, que basta apenas comprar um vinho com a uva mencionada. Uma uva Moscato, por exemplo, pode produzir vinhos brancos e secos, mas normalmente, são encontrados na versão adocicada. É importante portanto, levar em consideração outros fatores como o corpo (teor alcoólico), o teor de açúcar, a acidez, os taninos, etc... 
 

Queijos de massa fresca  
São Queijos que devem ser consumidos rapidamente (queijo Fresco, Mozzarella, Butirro, provolone fresco, queijo Minas, Demi-Sel, Petit-Suisse, Quark, Cottage, Ricota) 



Queijos de massa mole  
São queijos com fermentação forte, cura prolongada e algumas vezes, recobertas de mofo branco (Brie, Camembert, Marroilles). 


Queijos de massa firme  
São que contém menos água e mais Cálcio (sais minerais). 
     Crua 
               Casca seca: Gouda, Edam, queijo do Reino, Danbo, Contal, Cheddar, Prato 
               Casca lavada: Port-Salut, Saint-Paulin 
               Não prensados: Bel, Paese, Tilsit 
     Cozida 
               Emmenthal, Comté, Gruyère, Parmigiano 


Queijos de mofo verde/azul  
Queijos com veios esverdeados ou azulados (Gorgonzola, Roquefort, Stilton) 


Queijos fundidos 
Fabricados com fragmentos que sobram da produção de outros queijos de massa firme cozida ou ainda com queijos com problemas de forma. São pastosos e de sabor acentuado. Harmonizam bem cim vinhos branco maduros ou vinhos tintos de médio corpo, como Malbec e Tempranillo. 
 
voltar para a Home-Page