Vinho e Tecnologia!
Vinhos utilizam tags para celulares no Japão
Fico muito entusiasmado em poder falar de vinhos e telefonia móvel ao mesmo tempo, porque além de editar este website, trabalho com integração de  sistemas na área de telefonia móvel. Após a introdução das screwcaps (tampas de alumínio com rosca) nas garrafas de vinho, agora é a vez das tags.

Em 2006 o consumo de vinhos italianos proveniente da região do Piemonte, caiu de forma drástica no Japão. Através de um levantamento realizado por uma delegação italiana, descobriu-se que os japoneses estavam trocando os vinhos italianos pelos vinhos autralianos.

Mas o que os vinhos autralianos tinham a mais, para convencer os japonêses? Tecnologia!

A preferência a estes vinhos estava se dando pelo fato das garrafas australianas possuírem uma "Tag", que é uma etiqueta eletrônica que pode ser lida e interpretada por mais de 8 milhões de celulares no Japão. Esta tag utiliza tecnologia RFID (Radio Frequency Identification), que ao aproximar o celular da garrafa, o sistema lê a etiqueta e leva ao aparecimento de um menu na tela. Você escolhe o que quer saber do vinho: O processo de vinificação ao qual foi submetido, se há passagem por madeira e por quanto tempo, sugestões para harmonização com a comida típica do país, produtor, tipos de uvas utilizadas e etc.

  

Para não perder o mercado, os piemonteses se equiparam e exportaram no ano passado, 70 mil garrafas com este tipo de etiqueta, que normalmente é incorporada na cápsula plástica que proteje a rolha.

Na Europa e Estados Unidos, o emprego dessa tecnologia está ajudando também a combater a fraude de vinhos de luxo. É possível utilizar o código fornecido durante a leitura eletrônica da etiqueta, para consultar a autenticidade do vinho em uma base de dados na internet.

Este é um caso onde a embalagem acaba fazendo mais sucesso!

Fotos: eprovenance.com
 www.SegredosDoVinho.com.br