Vinho tinto pode atuar como sonífero e pode ajudar a retardar o envelhecimento da pele.
 
     Pesquisadores da Universidade de Milão (Itália) descobriram que a casca das uvas rosadas, usadas para fazer o vinho tinto, contém melatonina.  

     Segundo a farmacêutica Aline Hervatin, a  melatonina é um neuro-hormônio produzido pela glândula Pineal no nosso organismo, responsável pela determinação do ciclo circadiano (o ciclo regulador do sono).  

     Por isso que os pesquisadores dizem que o consumo de algumas taças de vinho tinto atuam como sonífero. Esta descoberta, pode explicar porque relaxamos ao beber vinho. 

     "Se os pesquisadores estiverem certos, o vinho tinto ajuda também a retardar o envelhecimento da pele", afirma Aline. "A melatonina atua também como antioxidante. Ao  metabolizar o oxigênio, o organismo produz moléculas altamente reativas chamadas radicais livres, que provocam o processo de envelhecimento das células".  Os antioxidantes são capazes de bloquear este processo de oxidação das células. 

 
 
www.SegredosDoVinho.com.br