SegredosDoVinho

Variedades de Uvas no Mundo

Existem mais de 60 mil espécies (ou variedades) de videiras e suas uvas mas em torno da quinta parte destas variedades, se mostraram boas e adequadas para produção de vinhos de qualidade; as demais possuem características que as tornam melhores para o consumo como fruta (uvas de mesa) devido sua resistência e durabilidade para transporte e venda. Mesmo assim, são mais de 12.000 cultivares utilizadas para obtenção de vinhos, catalogadas pela OIV (Organização Internacional da Uva e do Vinho).

São muitas! Mas abaixo, vamos descrever as principais, mais cultivadas e difundidas no planeta… as que estão na lista das preferidas pelos amantes de vinho.

Variedades mais conhecidas de Uvas TINTAS (rosadas)

Nome da varietal Descrição e regiões de boa adaptação
CarmenèreUva extinta pela filoxera que remanesceu no Chile, onde atualmente está bem adaptada e resulta vinhos encorpados, com taninos bem resolvidos.
MalbecA principal casta cultivada na Argentina. Resulta em vinhos de cor rubi-intenso, com bastante tanino
TannatA principal casta utilizada no Uruguay. Resulta em vinhos mais acídulos.
Cabernet SauvignonA Rainha das castas, onde melhor se adaptou na região de Bordeaux, na França e de onde saem os grandes vinhos. É uma casta que se adapta bem em diversas regiões do mundo e resulta em vinhos de boa estrutura e corpo.
MerlotResulta vinhos mais leves que a Cabernet Sauvignon, mas é uma casta que vem conquistando o paladar das pessoas. Também se adapta muito bem em diversas regiões
Cabernet FrancSegue o estilo da Cabernet Sauvignon, masresulta em vinhos mais leves e de paladar mais delicado.
NebbioloUva típica da Itália. Muito frutosa, mas muitas vezes resultam vinhos com excesso de taninos.
Pinot NoirUva tinta muito utilizada sem a casca para produzir champagnes. Tem aroma expressivo nos vinhos tintos.
GamayCom esta casta, se obtém vinhos leves excelentes e muito refrescantes.
SyrahOs vinhos produzidos com Syrah apresentam taninos ásperos, mas que evoluem com a guarda.
TempranilloCasta típica da Espanha. Resulta em vinhos de coloração intensa, mas de baixa acidez e teor alcoólico.
CinsaultSe adapta bem a climas quentes e é muito produtiva, apesar de resultar em vinhos sem muita expressão, acídulos e pouco encorpados.
MissionCasta muito difundida nos Estados Unidos, em especial no Vale Central- Califórnia.
ZinfandelUva californiana resultando vinhos bem frutados, com nuances apimentados, com boa complexidade aromática. Alguns vinhos podem ter longevidade, sendo bom para guarda.
GrignolinoCasta cultivada no Piemonte (Itália) que resulta vinhos leves, de pouco corpo e aromas delicados.

Variedades mais conhecidas de uvas viníferas BRANCAS

Nome da VarietalDescrição e regiões de boa adaptação
Nome da castaDescrições e regiões de boa adaptação
Chenin Blanc 
ChardonnayRainha das uvas brancas e muito popular no mundo inteiro, a Chardonnay pode resultar vinhos extremamente complexos, encorpados, de excelente estrutura e acidez. Os vinhos Chardonnay podem ser jovens ou envelhecidos em barricas de carvalho. De origem Borgonhesa (França) de cor amarelo palha, muito aromática, tendendo a frutas, mel, frutas secas e sabores tostados.
RieslingTípica de climas frios, e muito cultivadas em Alsace (França) e na Alemanha. O resultado são vinhos secos, robustos, com possibilidade de melhora com o tempo na garrafa, muita acidez (mesmo quando maduras) e grande caráter. Este varietal pode passar por estágio em carvalho. Seus aromas típicos são frutas, minerais e melaço presente nos vinhos doces, ainda marcados de maçã verde pela acidez, pêssegos e frutas cítricas. Com as uvas Riesling, podemos encontrar vinhos ligeiros para ser bebidos jovens e vinhos encorpados para amadurecer na garrafa. Costuma evoluir durante anos, devido a alta acidez e coa estrutura. Podem ser encontrados desde completamente secos, passando por intermediários chegando até totalmente doces. Na boca, gordo com muita glicerina e bom corpo. 
GewurztraminerVariedade aromática muito cultivada na Alemanha, resultante de uma mutação da variedade Traminer, originária de um povoado de mesmo nome situado no norte da Itália. Seus aromas típicos são de frutas exóticas, flores muito perfumadas, pétalas de rosas. Resulta vinhos sedosos, casando muito bem com queijo pecorino e pratos que levam aspargos.
Semillon* 
Muller-Thurgau 
Sylvaner 
Sauvignon BlancUva de origem Francesa, apresenta maduração tardia, sendo favorecida em regiões ensolaradas. Seus aromas típicos são de fruta tropical, frutas cítricas e herbáceos.
Pinot Blanc 
PalominoCasta espanhola que dá origem a grandes vinhos do tipo Jerez (principalmente do tipo fino).
Trollinger 
MalvasiaUva com bom teor de açúcar, traduzindo vinhos levemente adocicados e de personalidade bastante aromática. Atualmente, a Malvasia tem sido utilizada também com sucesso para produzir vinhos de sobremesa. 

Abaixo, uma citação do nome de algumas centenas de variedades também utilizadas para a fabricação de Vinhos:

Alicante Bouschet / Garnacha
Aligoté
Alvarinho
Ancellotta
Baco Noir
Barbera
Bastardo / Trousseau
Bianca / Bianca Baco
Black Muscat
Boal Branco
Bonarda
Cabernet Blanc
Cabernet Cortis
Cabernet Carbon Noir
Cabernet Cubin
Cabernet DOrio
Cabernet Dorsa
Cabernet Franc
Cabernet Jura
Cabernet Ruby
*** Cabernet Sauvignon
Canaiolo Bianco
Canaiolo Nero
Canaiolo Rosa Rs
Carignan Blanc
Carignan Noir / Carignan
***Carmenère
*** Chardonnay / chardonnay Blanc
**Chenin Blanc
**Cinsault
Clairette / Clairette Blanche / Clairette de Provence
Colombard
Concord
Crimson seedless
Criolla (chica/mediana/grande)
Dolcetto
Egiodola
Emerald Riesling
Espadeiro
Franken Riesling
Friulano / Sangiovese
Sangiovese / Friulano
Furmint
Gamay
Gamay Beaujolais
Garnacha Tinta / Grenache / Grenache Noir
Gewürztraminer
Grignolino
Herbemont

Isabel
Isabella
Italia
Italia Rubi
Labrusco
Lacrima
Lambrusco
Macabeo
Maccabeu blanc
Malbec
Malvaia anarela
Malvasía Aromatica / Malvasia di Sardegna
Malvasia Bianca / Malvasia Branca
Malvasia Nera / Malvasia Preta
Malvasia Rosa
Marselan
Merlot / Merlot Noir
Merlot Blanc
Meunier / Pinot Meunier
Montepulciano
Moscadet / Moscadelle / Moscadella
Moscatel Amarilla
Moscatel Blanca
Moscato Bianco
Moscato Giallo / Moscatel amarela
Mourvèdre / Monastrell
Müller Thurgau
Muscadelle
Muscat
Nebbiolo
Nero D’Avola / Calabrese
Niagara
Niagara Branca
Niagara rosada
Palomino
Pedro Ximénez
Petir Sauvignon
Petit Syrah
Petit Verdot
Pinot Blanc
Pinot Chardonnay
Pinot Gris / Pinot Grigio
Pinot Meunier
Pinot Noir / Pinot Nero
Pinotage (Pinot Noir + Hermitage)
Primitivo / Zinfandel
Prosecco
Red Globe
Riesling
Riesling Italico
Riesling Renano
Riesling x Traminer
Ruby
Ruby Cabernet
Sangiovese
Sauvignon Blanc
Sauvignon Gris
Scarlet
Seibel
Semillon
Sercia
Seyval (branca)
Seyve Villard
Shiraz / Syrah
Syrah / Shiraz
Silvaner / Sylvaner
Tannat
Tempranillo
Tempranillo Blanco
Teran (Croácia)
Teroldego
Thompson Seedless
Thomson
Tinta Caiada
Tinta Cão
Tinta Negra
Tinta Roriz
Tokay / Tokaji
Torrontés
Touriga Franca
Touriga Nacional
Traminer
Trebbiano
Trincadeira
Ugni Blanc / Trebbiano Toscano
Verdejo / Verdelho
Verdicchio
Verdicchio Bianco
Verdot / Petit Verdot
Victoria
Villard blanc
Viognier
Zinfandel / Primitivo


Documento com relação completa das 12.688 variedades de Uvas viníferas catalogadas pela OIV:

Embora existam as uvas mais conhecidas no mercado (Cabernet, Chardonnay, Merlot, Carmenère, iesling, Tinta cão, Malvasia, Pinot Noir, Torrontés, etc), existem catalogadas até 2016 pela OIV (Organização Internacional da Uva e do Vinho), um total de 12.668 cultivares (espécies de Uvas utilizadas para obtenção de Vinhos).

Fonte: OIV – Organização Internacional da Uva e do Vinho